TUDO SOBRE O MOTOGP : 1. Bandeiras

140342541_1312931942413618_8315315774056924049_o
Os registos fotográficos levam-nos até 1906 como o ano em que pela primeira vez foi mostrada uma bandeira de xadrêz numa competição de desporto motorizado. Alegadamente a primeira vez foi no Glidden Tour – um Rally de estrada em território americano – mas a primeira fotografia data desse mesmo ano, mas na Vanderbilt Cup, prova que se realizava em Long Island (Nova Iorque).
Desde então as bandeiras tornaram-se ‘peças chave’ na transmissão de informação para os pilotos, sendo essenciais mais de um século depois para a segurança de todos os envolvidos no desporto motorizado em geral e no motociclismo em particular.
As suas cores revelam diferentes níveis de informação ou instrução e a falta de ‘obediência’ Às mesmas acarreta por norma penalizações mais ou menos pesada aos prevaricadores, podendo chegar mesmo à desclassificação do piloto.
As bandeiras são assim de importância maior em qualquer corrida e o respeito às mesmas essencial, sendo que desde muito cedo todos os aspirantes a pilotos aprendem os seus diferentes significados.

Bandeiras informativas

Bandeira verde: significa que a pista está livre e segura. Um indicador luminoso verde é mostrado na saída do ‘pit lane’ em cada sessão de treinos, no início das voltas de formação de grelha e durante o ‘warm-up’.
Bandeira com listas vermelhas e amarelas e branca com cruz diagonal vermelha: avisa os pilotos que começou a chover.
Bandeira amarela com listas vermelhas: avisa os pilotos que a pista está escorregadia devido a chuva, óleo ou outras substâncias.
Bandeira azul: é agitada para avisar o piloto de que estás prestes a ser ‘dobrado’ pelos mais rápidos. Este deve facilitar a manobra.
Bandeira xadrêz: indica o final da corrida ou sessão.

Bandeiras de instrução

Bandeira amarela: agitada para indicar uma situação de perigo. Os pilotos são avisados que têm que estar preparados para parar e enquanto a mesma fôr mostrada não podem ser feitas ultrapassagens. Se a mesma estiver fixa revela perigo no sector seguinte, se agitada o perigo é iminente.
Bandeira branca: se os comissários agitarem esta bandeira enquanto chove os pilotos de MotoGP podem entrar na boxe e ‘trocar’ a sua moto por uma com afinações adequadas ao piso molhado.
Bandeira vermelha: utilizada em conjunto com um indicador luminoso vermelho indicando que uma corrida ou sessão foi interrompida. Os pilotos devem abrandar e regressar às boxes o mais rápido possível. Normalmente revelada em caso de acidente.
Bandeira negra: mostrada em conjunto com o número de um piloto para que este regresse de imediato à boxe.
Bandeira negra com circulo laranja: mostrada ao piloto para o informar que a sua moto tem problemas técnicos que podem colocar outros em risco.