Semana de Portugal…as vitórias de 2015

75203_KTM_OLIVEIRA_MUGELLO

Depois de quatro anos a crescer em todos os sentidos, Miguel Oliveira ‘explodiu’ no paddock e nas pistas do mundial em 2015. Nesse mesmo ano o hino de Portugal fez-se ouvir por seis vezes e 18 possíveis, ou seja, um terço das corridas do campeonato foram ganhas pelo nosso piloto, sendo obviamente memoráveis as vitórias de Mugello – a primeira – e a sucessão de resultados no final da época com dois segundos lugares e quatro vitórias nas derradeiras seis rondas do ano.

2015 foi um ano onde seis pilotos conseguiram subir ao degrau mais alto do pódio e ao lado do Miguel apenas um segundo piloto conseguiu tantas vitórias. Todas as seis vitórias foram alcançadas com diferenças muito reduzidas face aos seus adversários, ao melhor estilo Moto 3, sendo a mais curta de todas elas aquela conseguida em Assen – a Catedral da Velocidade – por escassas 66 milésimas de segundo e a mais ‘afastada’ a de Valência no final do ano quando a KTM cruzou a linha de meta com 198 milésimas de segundo de margem para o adversário mais directo. Pelo meio…71 milésimas no Mugello, 89 em Sepang na Malásia, 132 na Austrália e 193 no Motorland, ou seja, nenhuma vitória foi folgada, antes pelo contrário.

Mas a lista de presenças no pódio não se ficou por aqui…por mais três vezes o Miguel subiu ao segundo posto, fechando a época na segunda posição com 254 pontos e a apenas seis pontos do primeiro classificado. Depois de quatro anos a lutar pela primeira vitória…2015 foi mesmo um ano cheio e de afirmação para o piloto da KTM, que ao lado de Aki Ajo estava finalmente onde merecia…no topo do campeonato.

 

Vitórias 2015

Itália – Mugello (com 0.071s)

Holanda – Assen (com 0.066s)

Aragão – Motorland (com 0.193s)

Austrália – Phillip Island (com 0.132s)

Malásia – Sepang (com 0.089s)

Valência – Ricardo Tormo (com 0.198s)