MOMENTO HISTÓRICO- FAMEL: fogo, a moto é linda!

famel17

” Fogo, a mota é linda!” Esta foi a frase que ficou para sempre na boca dos portugueses.

A Famel-Fábrica de Produtos Metálicos- foi uma das mais antigas sociedades do ramo. Criada em 1949 por João Simões Cunha, Augusto Valente de Almeida e Agnelo Simões Amaro, em Águeda. 

 

Inicialmente começou por fabricar aros para bicicletas e motorizadas. Os primeiros ciclomotores foram equipados com motores Villiers e micromotores Pachancho, mais tarde passaram a importar motores Rex, Victoria, JLO e DKW de origem alemã.  Contudo , a Famel também apostou na produção própria, mas acaba por desistir do projeto após duas tentativas falhadas

Em 1965, a Famel fez acordo com a marca Zündapp, e tornou-se representante da marca em Portugal, sendo que de 1965 em diante, as motorizadas Famel são equipadas com os motores Zündapp.

A célebre XF-17 (uma “réplica” da Suzuki Stinger) foi o modelo com mais sucesso comercial da Famel, até ao final da marca em 1994. O responsável pela motorizada desportiva, José Ribeiro da Costa criou o protótipo dando ouvidos aos conselhos do seu grande piloto, o campeão Fernando Leite Ribeiro. Acima de tudo, a motorizada não só agradou à juventude, como também os operários e outros condutores.

 

Momento histórico oferecido por Bertrand Livreiros e informação do livro: “As motos da nossa vida: uma viagem sentimental à memória das motorizadas portuguesas” de Pedro Pinto.

Legenda: Famel XF-17 Super