MOFC Racing Team: Crescer na Catalunha

2021_ESBKBarcelona

De regresso às pistas e ao campeonato espanhol o Miguel Oliveira Fan Club Racing Team esteve no passado fim-de-semana no Circuito Barcelona – Catalunha para enfrentar aquela que foi a quarta prova do campeonato do país vizinho.

Num fim-de-semana marcado por temperaturas elevadas em toda a península ibérica a passagem da equipa de Miguel Oliveira pelo mesmo palco onde o piloto da KTM no mundial MotoGP venceu no passado dia 6 de Junho foi também ela notada e alvo de intenso trabalho com e em prol dos quatro pilotos que mais uma vez dividiram aprenderam e evoluiram ao longo do fim-de-semana.

Dividida como sempre entre as competitivas Moto4 – onde estiveram 22 pilotos – e as SBK Junior onde alinharam quatro dezenas de jovens pilotos a equipa preparou ao pormenor a exigente jornada que marcou o ponto intermédio do campeonato, sendo também esta a única visita á Catalunha neste ano de 2021. Como preparação todo o pelotão realizou dois dias de testes privados antes do arranque dos treinos oficiais que definiram grelhas de partida para as duas corridas realizadas, a primeira no Sábado e a seguinte no Domingo.

Terminando em ambas as corridas na 11ª posição Afonso Almeida esteve perto de conseguir entrar no lote dos dez primeiros e chegou a estar mesmo no primeiro grupo mas na bandeira de xadrêz o campeão nacional Moto 4 foi 11º classificado somando importantes pontos que o colocam agora no 15º lugar da classificação geral do mesmo. O seu colega de equipa, o jovem maiorquino Fernando Bujosa, foi 17º na primeira corrida e 18º na segunda, sendo agora o 12º no campeonato.

Mais complicada como sempre a luta pela sobrevivência nas SBK Junior onde o pelotão de 40 pilotos discute primeiro que tudo os lugares disponíveis na grelha de partida. Os dois pilotos de Miguel Oliveira, Afonso Almeida e Guilherme Gomes, conseguiram essa mesma qualificação – o primeiro no 34º posto e o segundo na 32ª posição – e no final de ambas as corridas ambos receberam a bandeira de xadrêz nas mesmas posições, 29º lugar para o Afonso e o 30º para o Guilherme, posições que no entanto escondem melhorias em termos de registo por volta num traçado onde qualquer um deles nunca antes tinha competido.

A próxima prova da equipa será já no próximo fim-de-semana no Autódromo Internacional do Algarve, naquela que será a primeira vista do campeonato nacional ao traçado junto a Portimão. Em pista vão estar novamente quatro pilotos, mas desta feita Francisco Pires ocupará o lugar de Fernando Bujosa nas Moto4.

Declarações dos pilotos

Afonso Almeida #95

‘Na primeira corrida arrancámos na 34ª posição depois de uma qualificação que não foi das melhores, mas isso só significou uma coisa, desafio! Tivemos um começo de primeira volta lento, ou seja, após um bom arranque cheguei à curva 6 e a minha caixa de velocidades entrou em ‘ponto morto’ e no final da primeira volta estava a 9 segundos do último classificado. Foi uma corrida muito desgastante onde tive de recuperar o máximo de posições rodando sozinho. Depois de muito esforço cruzei a linha de meta não em último, mas em 29º. A segunda corrida terminei em 29º mas contente porque consegui baixar meio segundo ao meu tempo. Foi um fim-de-semana duro mas onde mais uma vez todos aprendemos bastante.’

Guilherme Gomes #6

‘Na qualificação entrámos bem e conseguimos baixar bastante o tempo! Na corrida podia ter tido um arranque melhor e não consegui apanhar ritmo terminando no 30º posto. Neste domingo entramos muito bem para o warm-up e conseguimos entrar no segundo 59 mas infelizmente cancelaram-me a volta. Na corrida voltei a não ter um arranque ideal, porem consegui ir com um grupo e rodar a corrida num ritmo bastante bom! Deixo Barcelona muito contente com o meu progresso ao longo deste campeonato e fico super feliz por ver que a distância até ao grupo da frente é cada vez menor!’

Afonso Almeida #10

‘No Sábado o dia começou com a qualificação e apesar de não correr como esperado, no arranque saí 16º. Consegui recuperar até à 9ª posição, o grupo onde rodei conseguiu estar perto do grupo do pódio e era esse o objetivo. Foi uma corrida de grande persistência até ao fim. Sabemos que podemos melhorar e amanhã vamos ainda com mais garra e motivação. No Domingo o dia correu bem, no ‘warm up’ conseguimos a 5ª posição e saímos confiantes para a corrida. Saí de 17º e na 1ª volta já estava no 2º grupo. Na 4ª volta alcançamos o 1º grupo e quando estava em décimo uma disputa com outro piloto fez-me atrasar um pouco. Conseguimos terminar a corrida em 11º com a sensação de que conseguiríamos ir mais longe. Continuamos confiantes para a próxima corrida e quero agradecer muito à minha equipa, patrocinadores, família e a todos os que me apoiaram este fim de semana.’