MOMENTO HISTÓRICO – FORVEL

Screenshot_11

Importante marca de Cantanhede criada por Renato Santos em 1970, a Forvel representou uma autêntica revolução da indústria motociclista portuguesa.

Conquistou sucesso na construção de triciclos a motor de carga e motorizadas com um design moderno; em 1976 importou motores Bombardier e Hodaka 125cc e 175cc, desenvolvendo modelos de turismo e de todo-o-terreno com um design muito atual, que chegaram a ser exportados em força para a Bélgica. Em lisboa, o grupo veio a ter a Promoto, stand com excelentes instalações na rua Augusto Gil, próximo do Campo Pequeno, no centro de Cascais, ao lado do João Padeiro, outro belo stand onde as novidades eram exportas, gerido pelo Sr. Silveira Machado. Homem de grande iniciativa, Renato Santos e a sua Forvel terão durante a década de 1970 um grande impacto no meio motociclístico nacional, em especial quando a partir de 1976 um grande impacto no meio motociclístico nacional, em especial quando a partir de 1976 a empresa volta a liderar esta industria, chegando a ter cem empregados. Contratou o Eng. Lobo e o Eng. Cachim que, juntamente com uma equipa de desenhadores e Norberto Rodrigues na divisão de protótipos, desenvolvem diversos modelos com êxito.

 

Momento histórico oferecido por Bertrand Livreiros e informação do livro: “As motos da nossa vida: uma viagem sentimental à memória das motorizadas portuguesas” de Pedro Pinto.